Carregando

Colégio Brasileiro de Cirurgiões (CBC): tudo que você precisa saber

Você já ouviu falar do CBC? O Colégio Brasileiro de Cirurgiões foi fundado em 1929, com 29 pessoas no grupo. Como o intuito era promover o crescimento da instituição, o órgão passou da esfera regional para a nacional e hoje reúne milhares de profissionais. Ao se tornar membro do CBC, você tem acesso não só a um nome de peso, como a materiais importantes, educação continuada, programas de atualização, entre outros.

Fique aqui com a gente pra conhecer melhor a entidade!

Saiba mais sobre o Colégio Brasileiro de Cirurgiões

Atualmente, o CBC conta com mais de 5 mil membros. Embora pareça um número bem consistente, ele representa apenas de 25 a 30% dos cirurgiões do país, o que mostra a falta de participação na representatividade dessa área médica.

A principal proposta do órgão é discutir soluções atuais para as doenças cirúrgicas, sendo assim uma instituição atuante e que valoriza os avanços no setor.

Este órgão tem ainda várias sociedades conveniadas, como as de Cirurgia Plástica, Oftalmologia, Neurocirurgia, apenas para citar algumas, além de parcerias com órgãos nacionais e internacionais.

Como se associar

O profissional que se interessar em fazer parte do CBC pode assumir um dos seguintes cargos: titular, titular-colaborador, adjunto, adjunto internacional, aspirante e acadêmico.

Para cada posição, é preciso enviar uma cópia do currículo e pagar uma taxa. Estudantes já podem manifestar o interesse em participar do grupo, e assumem o posto acadêmico caso sejam aprovados. Para o cargo mais alto, de titular, é preciso ter o diploma em Medicina há, pelo menos, 6 anos.

Todos os documentos são avaliados pela Secretaria Geral da instituição, que envia a resposta ao candidato por e-mail em até 30 dias. Você tem acesso a toda a papelada e aos pré-requisitos necessários para inscrição no site do CBC.

O que faz o Colégio Brasileiro de Cirurgiões?

Legal, mas quais são as vantagens de fazer parte da instituição? Diversos, podemos te garantir!

Além do selo de especialista e da página de membro com perfil personalizado no site, o que colabora muito para a divulgação do cirurgião, quem entrar para o CBC tem acesso à assessoria jurídica, descontos em cursos, congressos e livros médicos, educação continuada em cirurgia geral, além de pesquisa em mais de 2 mil revistas internacionais.

Publicações

A Revista do Colégio Brasileiro de Cirurgiões é publicada anualmente, voltada para a publicação de artigos de todas as especialidades cirúrgicas. Como um dos pilares do CBC é promover a excelência na educação médica, a revista é um dos veículos usados para disseminar boa informação.

No site, também é possível encontrar outras publicações interessantes, como Relatos de Casos Cirúrgicos, o Boletim CBC e o informe semanal Ciência em Dia. 

Eventos

O CBC organiza diversos eventos, como congressos em vários estados do país, que servem não só para a atualização de técnicas, mas também para promover o network entre os cirurgiões.

Quem participa desses congressos recebe um certificado. Embora possa parecer apenas um papel sem importância, afinal, o principal são as informações trocadas nesses encontros, esses certificados agregam muito valor à sua imagem profissional.

Além disso, o CBC também tem em sua agenda sessões conjuntas sobre cirurgias específicas (como neoplasias, por exemplo), cursos continuados e de formação, webinars, entre outros eventos bastante enriquecedores.

A residência em Cirurgia Geral

O CBC entende que a formação deve preparar o profissional para as intervenções básicas de todas as especialidades. Ou seja, após a residência, o médico deve saber como tratar os doentes não transferíveis com excelência.

Também defende que a formação tenha caráter experimental, ou seja, a residência oferece aos alunos a aplicação prática de diversas modalidades de cirurgia, para que ele consiga desenvolver as habilidades necessárias para conseguir atuar em todos os campos de Cirurgia Geral.

Se você tem interesse na residência em Cirurgia Geral, pode dar uma olhada nos nossos artigos em que entrevistamos residentes da Unifesp, Santa Casa, USP, USP-RP e Unicamp

Tanto o programa de Cirurgia Geral quanto o de Área Cirúrgica Básica são de acesso direto, com oferta de bolsas de estudo, de acordo com o orçamento da instituição. Ambos podem ser usados como pré-requisito para a entrada em especializações que exigem formação prévia. 

Título de especialista no Colégio Brasileiro de Cirurgiões

Apenas o programa de Residência Médica oferece automaticamente o título de Especialista em Cirurgia Geral. Quem optar pela Área Cirurgia Básica, ao final do segundo ano de residência, pode tentar uma vaga para o terceiro ano e assim conseguir o título.

No entanto, caso o médico tenha treinamento de dois anos em serviços credenciados pelo CBC e mais dois anos de exercício na especialidade, ou, caso esteja registrado no CRM há pelo menos 6 anos com atividades que possam ser comprovadas, ele pode fazer a prova de título oferecida pelo CBC

A avaliação engloba prova escrita e oral. Esta última inclui a discussão de casos cirúrgicos, exames, e perguntas envolvendo o programa publicado no edital da instituição.

Ficou interessado no CBC?

A residência é uma etapa importante na formação dos médicos, proporcionando desenvolvimento profissional e intelectual. 

Independentemente de onde você faça residência em Cirurgia, vale a pena buscar a filiação nesse órgão tão importante e respeitado. Afinal, a profissão de cirurgião requer não só a atualização constante, como um background capaz de atestar toda a sua capacidade.

Assim, você vai fazer a diferença no mercado de trabalho e pode elevar bastante sua reputação profissional, e consequentemente, seus ganhos.

Agora, pra ser aprovado em uma boa residência, você deve buscar uma preparação que esteja à altura. No Intensivo SP, o foco das aulas são as provas de instituições paulistas pra que você alcance sua tão sonhada vaga em um programa tradicional. Além disso, você pode contar com materiais gratuitos da Academia Medway, como o ebook 20 questões de Cirurgia da Unifesp, que vão te ajudar nos estudos. Confira!

Receba conteúdos exclusivos!

Telegram
MicaelHamra

Micael Hamra

Nascido em 1991, médico desde 2015, formado pela Faculdade de Medicina de Catanduva (FAMECA) e com Residência em Clínica Médica pelo Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP (HC-FMUSP) finalizada em 2018. "Nunca quis seguir o fluxo. Sempre acreditei que existe uma fórmula do sucesso para cada um de nós. Se puder conquistar sua mente, poderá conquistar o mundo."