Carregando

Residência médica no Hospital Estadual da Vila Alpina pelo SUS-SP

Bora pra luta por uma vaga na residência médica pelo SUS São Paulo? Então você já sabe que tem que ficar de olho nas melhores instituições para fazer a sua escolha, além de estudar com qualidade pra botar seu nome no topo da lista de classificação! Corre aqui que a gente vai te contar como é a residência médica no Hospital Estadual da Vila Alpina pelo SUS-SP. 

História

O Hospital Estadual da Vila Alpina, também conhecido por Hospital Geral “Henrique Altimeyer” de Vila Alpina – HEVA faz parte das Organizações Sociais de Saúde – OSS, um conjunto de entidades privadas e filantrópicas que em parceria gerenciam hospitais públicos.

A criação do Hospital Estadual da Vila Alpina foi uma batalha vencida por Henrique Altimeyer e sua família, que têm um histórico de dedicação à região, sendo o responsável por uma das primeiras associações de moradores de bairro da Zona Leste. Ele acabou que acabou falecendo antes de ver o hospital funcionando.

Em sua homenagem, o Hospital Estadual de Vila Alpina ganhou o seu nome na ocasião da inauguração em 11 de dezembro 2001. Desde então, o seu modelo porta-aberta de pronto-socorro presta assistência médica de urgência e emergência para mais de 15 mil pessoas por mês, além de ser referência para as unidades pré-hospitalares móveis e fixas da região.

A entidade ainda conquistou a certificação do Canadian Council for Health Services Accreditation no que diz respeito ao nível de excelência, pela Organização Nacional de Acreditação (ONA), que busca reconhecer nas instituições de saúde,  os critérios de segurança, estrutura, assistência e melhoria contínua. 

Hospital Geral “Henrique Altimeyer” de Vila Alpina – HEVA fica localizado a sudeste da cidade de São Paulo, e beneficia uma população que gira em torno de 620 mil habitantes, nas regiões de Vila Prudente, Sapopemba, São Lucas e Aricanduva

Números e estrutura

  • 15 mil atendimentos por mês; 
  • 248 leitos; 
  • Mais de 620 mil habitantes beneficiados; 
  • Mais de 7 mil partos e  mais de 20 mil cirurgias  já foram realizados desde a sua inauguração. 
  • Atende 75% das urgências e emergências da zona leste da capital paulista.

Residência médica no Hospital Estadual da Vila Alpina pelo SUS-SP

Para começar nossa conversa aqui, vamos só esclarecer que a residência médica é um tipo de pós-graduação porém com treinamento em serviço, ou seja, tem que práticas em estágios supervisionados por professores e preceptores para permitir que o médico, que  busca mais especificidade na carreira seja capaz de agir com segurança. 

A residência também é chamada de curso de especialização, mas diferentemente das outras áreas acadêmicas, ela só pode funcionar em instituições de saúde como hospitais-escola. E a residência médica no Hospital Estadual da Vila Alpina compõe, junto com mais outras 49 instituições o rol de entidades que promovem seus processos seletivos para os programas de residência médica pelo SUS-SP, que junto com a Secretaria de estado da Saúde (CNRM/MEC) e Centro Interdisciplinar de Formação, Ensino e Pesquisa (CIFEP) se responsabilizam pela criação e expansão dos programas de ensino médico, 

Atualmente, a residência médica do Hospital Estadual da Vila Alpina pelo SUS-SP oferece cerca de 23 vagas nos aproximadamente 5 cursos de especialização com acesso direto ou pré-requisito. E ainda participa do programa de residência médica de Medicina de Emergência do Hospital das Clínicas da FMUSP (Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo – USP). 

O processo seletivo do SUS-SP

Este é sem dúvida nenhuma, um dos maiores e mais concorridos processos seletivos para as residências médicas de todo o país. O concurso de admissão à residência médica do SUS-SP (Sistema Único de Saúde de São Paulo) conta com aproximadamente 50 diferentes instituições de ensino médico de todo o estado de São Paulo e com números que são realmente impressionantes. Só pra você ter uma ideia, levando em consideração apenas o último processo seletivo que aconteceu em 2020, foram ofertadas mais de 786 vagas, incluindo 545 vagas de especialidades de acesso direto.

Toda a organização do processo de seleção dos candidatos para a residência médica do SUS-SP é  de responsabilidade da Fundação Vunesp. A gente pode dizer sem medo que essa prova é uma das maiores do país, tanto em relação ao número de candidatos inscritos quanto na oferta de vagas disponíveis.

Isso sem falar que só ser aprovado não basta. Tem que botar o nome no alto da lista de classificação pra poder escolher em qual instituição vai poder estudar. É o famoso leilão do SUS. Mas como é isso? Calma, moçada! Vamos explicar tudo pra vocês! 

Como é a prova

Nem precisa se preocupar muito com o edital porque a gente já leu, linha por linha pra você e vai te contar tudo! É isso mesmo! A gente já fez isso: escrutinamos o edital de acesso ao processo de 2021 do SUS-SP e vamos te contar tudo o que precisa saber sobre aqui. Não se esquece de conferir os detalhes que a gente destacou! 

Bom, nos programas de residência médica do SUS tem muitas vagas, né? Mas não se engane, nem pense que vai ser moleza! A disputa é grande e a concorrência é maior ainda! É pensando nisso que a gente sempre fala que é preciso se preparar com foco e qualidade pra sair na frente dos outros candidatos!

Mas e a prova? Ela funciona assim: para especialidades com acesso direto é realizada em uma única etapa com uma prova objetiva de 100 questões; e para as especialidades com pré-requisito a prova também é realizada em uma única etapa, mas agora com 50 questões objetivas.

Não quer perder nada sobre as provas do SUS-SP? Então, não deixe de ler todos os conteúdos gratuitos sobre a prova de residência médica do SUS-SP direto ao ponto! A gente está junto com você nessa jornada rumo ao seu sonho da residência médica no SUS de São Paulo! 

Concorrência por especialidade em 2021 para a residência médica no Hospital Estadual da Vila Alpina pelo SUS-SP

Se você se interessou pela residência no Hospital Estadual da Vila Alpina pelo SUS-SP,  porque fica pertinho pra você, vem cá saber um pouco mais sobre como  esse processo seletivo funciona para você realizar seu grande sonho. E de cara, já vamos iniciar pelas vagas que o hospital oferece em cada especialidade para os processos seletivos de 2021.

Especialidade – Vagas 

  • Clínica Médica – 4
  • Obstetrícia e Ginecologia – 4
  • Radiologia e Diagnóstico por Imagem – 3 
  • Urologia – 2
  • Área Cirúrgica Básica – 10 

E como a gente pensa em tudo mesmo, pra te dar aquela força e tirar o peso da que concorrência impõe, confere só o Guia Estatístico gratuito com os 6 focos mais importantes e que mais caem na prova de residência médica do SUS-SP com base em uma análise que fizemos das provas dos últimos  cinco anos. Curtiu? 

Leilão de vagas do SUS

Pra quem ainda não está por dentro de todo o processo de escolhas de vagas nas residências médicas do SUS de São Paulo, vou te contar que além de estudar com vontade e brigar por uma das vagas, a meta é ter o nome no lugar mais alto da lista de classificação. Sabe por quê?

A sua entrada vai depender só de você e do seu desempenho porque os mais bem classificados e que ocupam os primeiros lugares, lá no topo da lista, podem escolher primeiro em quais das 50 instituições  participantes desejam ingressar pra fazer sua residência médica. O funcionamento é mesmo parecido como um “leilão“: quanto maior a nota final, maiores as opções de locais disponíveis para escolher. E tem mais: a escolha depende da ordem de classificação de cada especialidade. 

Isso significa que à medida que os locais vão sendo escolhidos pelos candidatos que tiveram as melhores notas, vão sobrando cada vez menos opções e ainda menos vagas para os demais participantes que não conseguiram uma boa classificação em todo o processo. 

E se você quer saber quais são todas as 50 instituições participantes do leilão, pra escolher melhor, a gente já listou aqui pra você conforme o edital de residência médica do SUS-SP 2021. Confere aí! 

E aí, gostou de saber um pouquinho mais sobre a residência no Hospital Estadual da Vila Alpina pelo SUS-SP?

O olho já está brilhando e se você já está sonhando com uma vaga na residência médica pelo SUS-SP, vem com tudo! Foco na preparação porque a demanda é grande, mas deixa eu te contar uma coisa: a oferta de vagas também é! E você só precisa de uma!  

Inscreva-se no Extensivo São Paulo, o nosso curso com videoaulas ao vivo e gravadas com os temas que você realmente precisa saber para ingressar nas principais instituições do país. Também oferecemos um app com milhares de questões comentadas

Quer mais conteúdo gratuito sobre as residências médicas? Na Academia Medway, você encontra diversos conteúdos que vão te ajudar a entender melhor como são as provas das principais instituições. Bora pra cima, moçada! 

Receba conteúdos exclusivos!

Telegram
JoãoVitor

João Vitor

Capixaba, nascido em 90. Graduado pela Universidade Federal do Espírito Santo (UFES) e com formação em Clínica Médica pelo Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP (HC-FMUSP) e Administração em Saúde pelo Hospital Israelita Albert Einstein (HIAE). Apaixonado por aprender e ensinar.