Carregando

Residência na Unisa (Universidade Santo Amaro) pelo SUS-SP: história, números e estrutura

É chegada a hora galera! A hora de você, que está na preparação para as provas da residência médica do SUS-SP, conhecer mais uma das 50 instituições que participam do processo seletivo: o papo hoje é sobre a residência na Unisa, a Universidade Santo Amaro! 

E se liga: não é porque a oferta é grande que é moleza não! Pra poder escolher estudar na Unisa você vai precisar ficar bem classificado nas provas, sabe por quê? Porque a seleção do SUS-SP para a residência médica permite que os melhores colocados possam escolher primeiro em quais instituições querem ingressar. 

Tá passada? É como se fosse um leilão no qual a maior nota final do candidato no processo possibilita um aumento na gama de opções de locais disponíveis para escolher. E tudo isso vai depender da ordem de classificação de cada especialidade. Quer ficar no topo da lista de classificação e escolher entre as melhores? Então dá só uma olhada nos 3 hospitais mais concorridos para se fazer a residência médica pelo SUS-SP e vem comigo conhecer tudo sobre a residência na Unisa. 

Neste prédio, é realizada a residência na Unisa
Vista da Unisa

História

Presente em todo o Brasil, com quatro campi no estado de São Paulo e mais de 300 novos polos de apoio educacional para oferta de cursos na modalidade de EaD espalhados por todo o país, a Unisa surgiu da necessidade de constituir a primeira instituição de ensino superior para a numerosa população da região de Santo Amaro, na zona sul de São Paulo. 

A partir dessa necessidade, profissionais influentes, tais como professores, empresários, dentistas, médicos e políticos, uniram seus esforços para criar a FASA – Faculdade de Santo Amaro em 1968, inicialmente com os cursos de Letras, Pedagogia, Matemática, Física e Medicina, que desde então continua sendo um dos mais concorridos do país. E em 1994, com mais investimento e ampliação de cursos, tornou-se uma universidade polivalente, passando a se chamar Universidade Santo Amaro, ou simplesmente Unisa

A residência na Unisa só passou a existir no final dos anos 70, no ano de 1979 antes de vigorar a Lei 6932/1981, assim como várias outras universidades no Brasil. Mas em 1982, a Comissão Nacional de Residência Médica (CNRM) realizou a primeira vistoria e credenciou diversas áreas: Clínica Médica, Cirurgia Geral, Ginecologia e Obstetrícia, Pediatria, Medicina Preventiva e Social e Psiquiatria. 

E aí, a Unisa não parou mais de crescer! Na década de 90, mais programas de residência médica foram autorizados e credenciados: em 1966 foi a vez de Cirurgia Pediátrica, Oftalmologia e Neurologia e em 1998, com a parceria da instituição com o Governo do Estado de São Paulo que concedeu a administração do Hospital Geral do Grajaú (HGG), vieram também a oferta de vagas nos programas de Cardiologia, Otorrinolaringologia, Urologia, Reumatologia, Mastologia, Ortopedia e Traumatologia, Neonatologia, Ecocardiograma e Cirurgia Videolaparoscópica. E você pensa que acabou? 

Em 2013, a instituição retomou a expansão dos seus cursos, sendo credenciados os programas de Anestesiologia, Dermatologia e Medicina de Família Comunidade, se consolidando assim como uma instituição de excelência no ensino da Medicina e das áreas da saúde. 

Números e estrutura

Hospital Geral do Grajaú (HGG)

  • 15.427,85 m2 de área total; 
  • Mais de 1.800 profissionais na área da saúde;
  • 300 leitos operacionais; 
  • 34 leitos de maternidade; 
  • Portas abertas 24h por dia; 
  • Mais de 300 mil atendimentos realizados por ano; 
  • 100% coberto pelo Sistema Único de Saúde – SUS

Residência na Unisa pelo SUS-SP

A Residência Médica, instituída pela Lei 6932/1981 é uma modalidade de ensino de pós-graduação que se destina aos médicos já graduados e que os permite exibir o título de especialista em uma dada área da medicina. Além das aulas teóricas semanais, aulas expositivas, seminários, reuniões de discussão de casos, o treinamento em serviço em instituições de saúde garante a prática e a vivência necessárias para qualificação ética e profissional do médico.

Isso porque o programa de estudos para a residência médica é autorizado e fiscalizado pela Comissão Nacional de Residência Médica (CRNM). A CNRM é formada pelos Ministérios da Saúde, Educação e Previdência Social, e por entidades médicas, como o CFM e tem como obrigatórios os estágios em Enfermaria, Ambulatório, Unidade de Urgência e Emergência, Unidade de Terapia Intensiva e nas especialidades correlatas à área da especialidade médica. 

A Universidade Santo Amaro oferece atualmente cerca de 15 Programas de Residência Médica (PRM), e todo o processo seletivo é realizado em parceria com a Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo, sendo o concurso organizado pela Fundação Carlos Chaga. Já as atividades de prática acontecem no Hospital Geral do Grajaú (HGG), no Instituto Dante Pazzanese de Cardiologia (IDPC) e também nos serviços especializados conveniados à instituição e ao SUS-SP, que podem incluir unidades básicas de saúde vinculadas às secretarias municipal e estadual de Saúde de São Paulo e nas entidades administradas pela Universidade Federal de São Paulo (Unifesp).

O processo seletivo do SUS-SP

Se você quer fazer a sua residência médica na cidade de São Paulo, precisa ficar atento ao concurso de admissão à residência médica do SUS-SP (Sistema Único de Saúde de São Paulo). Ele é de longe o maior concurso de residência médica do Brasil, tanto em quantidade de vagas oferecidas quanto em entidades participantes: são cerca de 50 diferentes instituições de ensino médico em todo o estado de São Paulo! Isso já nos dá a ideia do tamanho da concorrência! Olha só que impressionantes são os números do último processo seletivo que deu acessos aos novos residentes em 2020: 786 vagas, incluindo 545 vagas de especialidades de acesso direto.

E todo o processo de seleção dos candidatos para a residência médica do SUS-SP fica a cargo da Fundação Vunesp, que administra e organiza as provas e etapas. Mas fica ligado: você só vai poder escolher em qual instituição no momento do leilão do SUS, depois de enfrentar toda essa batalha. Como assim? Relaxa! A gente vai te explicar tudo!

Como é a prova

Nós aqui da Medway destrinchamos todo o edital de acesso ao processo de 2021 do SUS-SP pra te contar tudo o que você precisa saber: está aqui de presente pra você! Dá só uma conferida nos detalhes que a gente destacou, além das informações sobre a prova de residência na Unisa.

Mas não precisa desanimar — nem se empolgar demais! Não é porque tem muita vaga que vai ser fácil, tá bom? É por conta disso que você precisa se preparar com foco e qualidade para sair na frente! E funciona desse jeito: todo o processo seletivo para especialidades com acesso direto é realizado em uma única etapa com uma prova objetiva de 100 questões. Uma única prova! No entanto, para as especialidades com pré-requisito a prova também é realizada em uma única etapa, mas agora com 50 questões objetivas

Se você não quer perder nada sobre as provas do SUS-SP, não deixe de ler todos os conteúdos gratuitos sobre a prova de residência médica do SUS-SP direto ao ponto ! A gente está junto nessa rumo à residência médica dos seus sonhos! 

Concorrência por especialidade em 2021 

Já está de olho na residência na Unisa? Quer ficar pertinho de tudo na zona sul da capital paulista? Então vem comigo que agora é a sua vez de saber um pouco mais sobre como esse processo seletivo funciona para você realizar seu grande sonho. E que tal começar pelas vagas que a Unisa ofereceu em cada especialidade para os processos seletivos de 2021? Bora lá! 

Especialidade – Vagas 

  • Clínica Médica – 11;
  • Pré-requisito em área Cirúrgica Básica – 5;
  • Cirurgia Geral – 2;
  • Pediatria – 4;
  • Obstetrícia e Ginecologia – 8;
  • Radiologia e Diagnóstico por Imagem – 4;
  • Ortopedia e Traumatologia – 8;
  • Neurocirurgia – 1;
  • Cirurgia Pediátrica – 1;
  • Cirurgia Plástica – 2;
  • Cirurgia Vascular – 3;
  • Cirurgia do Aparelho Digestivo – 2;

Moçada, não deixa a prova te apavorar, e muito menos o medo da concorrência tomar conta de você. Pra te ajudar nessa, dá só uma olhada no Guia Estatístico gratuito com os 6 focos mais importantes e que mais caem na prova de residência médica do SUS-SP com base em uma análise que fizemos das provas dos últimos cinco anos. Perde tempo não, corre lá! 

Leilão de vagas do SUS-SP

E você pensando: vou me matar de estudar e pronto! Estou dentro! Que história é essa de de leilão? E agora? Agora é se preparar com foco pra poder escolher o lugar onde você vai fazer sua residência médica. Isso vai depender só de você e do seu desempenho, porque os mais bem classificados e que ocupam os primeiros lugares, lá no topo da lista, podem escolher primeiro em quais das 50 instituições participantes desejam ingressar pra fazer sua residência médica. Isso mesmo: quanto maior a nota final, maiores vão ser as opções de instituições disponíveis. 

E fica ligado: essa escolha depende da ordem de classificação de cada especialidade. E na medida em que os lugares vão sendo escolhidos pelos candidatos com as maiores notas, vão restando cada vez menos opções e ainda menos vagas para os demais participantes que não obtiveram uma boa classificação. 

Então, você já tem consciência da importância que tem estar preparado com qualidade pra todo esse processo. E tem que se dedicar mesmo ao estudo pra essa prova! Se você quiser saber quais são as 50 instituições participantes do leilão, segundo o edital de residência médica do SUS-SP 2021, listamos pra você! Confere aí! 

E aí, gostou de saber mais sobre a residência na Unisa (Universidade Santo Amaro) pelo SUS-SP?

Então, vem com a gente se preparar para as provas de residência! No SUS-SP a gente já viu que a oferta de vagas é grande, assim como a concorrência! Venha e inscreva-se no Extensivo São Paulo, o nosso curso com videoaulas ao vivo e gravadas com os temas que você realmente precisa saber para ingressar nas principais instituições do país. Também oferecemos um app com milhares de questões comentadas

Quer mais conteúdo gratuito sobre as residências médicas? Na Academia Medway, você encontra diversos conteúdos que vão te ajudar a entender melhor como são as provas das principais instituições. Bora pra cima, galera! Bora pro SUS-SP! 

Receba conteúdos exclusivos!

Telegram
JoanaRezende

Joana Rezende

Carioca da gema, nasceu em 93 e formou-se Pediatra pela UFRJ em 2019. No mesmo ano, prestou novo concurso de Residência Médica e foi aprovada em Neurologia no HCFMUSP, porém, não ingressou. Acredita firmemente que a vida não tem só um caminho certo e, por isso, desde então trabalha com suas duas grandes paixões: o ensino e a medicina.