Carregando

Drogas lícitas e ilícitas têm relação com internação de 31,4% dos pacientes do HCFMUSP

O consumo de drogas lícitas e ilícitas é, sem dúvidas, algo que deteriora a saúde do indivíduo, o deixando fora de suas faculdades mentais temporariamente. E esse também é um dos motivos que mais leva jovens e adultos aos hospitais e prontos-socorros em busca do atendimento médico. E, no contexto hospitalar, os profissionais que mais lidam com esses casos são os da emergência. Quem quer fazer uma residência na área precisa estar preparado, especialmente durante plantões. Neste texto, vamos falar sobre uma pesquisa que mostrou a relação entre o consumo de drogas lícitas e ilícitas com pacientes de lesões graves do HCFMUSP. E como isso se relaciona com os alunos que pretendem atuar em emergências médicas. Siga a leitura para saber um pouco mais sobre o assunto!

31,4% dos pacientes internados com lesões graves no HCFMUSP haviam consumido drogas

Uma pesquisa realizada no Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (HCFMUSP) constatou que antes das lesões graves por trauma, 31,4% dos pacientes tinham consumido algum tipo de substância. A pesquisa foi feita por pesquisadores da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (USP).

Sejam elas drogas lícitas e ilícitas, a pesquisa realizada com 376 pacientes com lesões graves constatou que o álcool esteve presente em 23% de todas as lesões. Cocaína e maconha vieram logo atrás, com 12% e 5%, respectivamente.

Além disso, a maioria dos pacientes com resultado positivo para presença de drogas no organismo eram do sexo masculino e jovens. Entre a maioria, ainda figura a prevalência de indivíduos com ensino médio completo e solteiros.

As substâncias que foram levadas em conta na pesquisa foram tanto lícitas como ilícitas, e os resultados mostram que as substâncias psicoativas são bastante utilizadas antes de acontecerem traumas e lesões graves.

Qual especialidade tem mais contato com esses casos na residência médica?

Como é possível perceber, boa parte das pessoas fez o consumo de substâncias antes dos traumas. Tanto o uso de drogas lícitas e ilícitas influencia bastante na carreira de quem quer lidar com emergências

Muitas das especialidades rodam no HCFMUSP, portanto, é seguro dizer que profissionais de Clínica Médica, Ortopedia e, é claro, Medicina de Emergência vão ter esse contato. Entre outras especialidades.

Encarar a emergência não é nada fácil. E, para quem quer fazer a residência na área, estar o mais preparado possível é a melhor opção. Nos tópicos seguintes, vamos falar mais sobre o assunto!

Como se especializar em atendimentos de emergência?

Agora que você já sabe alguns dados acerca do uso de drogas lícitas e ilícitas na HCFMUSP, assim como a sua relação com o atendimento de emergência, vamos falar sobre como se especializar nesse ramo.

Para você que se interessou em se especializar na área, recomendamos investir na residência médica em Medicina de Emergência, estudando com a Medway. Em uma situação na qual é necessário ter um médico bem-preparado, o profissional precisa ser rápido e preciso. Por isso, se preparar é essencial.

A melhor forma de passar na residência dos seus sonhos é através do estudo. E aqui na Medway, temos os recursos para te ajudar a ir ainda mais alto e melhorar o seu desempenho ao fazer as provas das instituições.

Vale a pena fazer um curso de Emergência mesmo querendo seguir outra especialidade na residência?

Sim, vale a pena. A faculdade em si dá os instrumentos, a base. No entanto, ela não prepara tão bem para a prática. O mundo real é desafiador para o aluno que acaba de se formar.

Pegar um plantão prepara o profissional para o que der e vier. E, para isso, recomendamos o curso completo de Pronto-Socorro PSMedway.

Desse modo, é possível aprender conceitos de uma área essencial à prestação de serviços para a sociedade. E nada impede que você faça a prova para outra especialidade depois.

Como estão seus estudos para as provas de residência médica?

Mudando um pouco o assunto de drogas lícitas e ilícitas na HCFMUSP, bora falar de residência? Ter uma preparação de excelência para se destacar como profissional é essencial. E para os que desejam prestar a residência, e ainda não conhecem os Extensivos 2022, vamos explicar um pouco das possibilidades de cada curso. Confira!

Extensivo São Paulo

O Extensivo São Paulo é para quem quer se preparar para as provas de residência em São Paulo em 2022.

A duração desse curso é de um 1 ano, e é a melhor opção para quem quer uma solução rápida e eficaz para chegar no dia do exame o mais preparado possível.

Extensivo Programado

O curso Extensivo Programado, por sua vez, tem a duração de 2 anos e visa preparar os alunos para as provas de residência de 2023. Essa preparação é completa para as provas teóricas de São Paulo, sendo 4 cursos em 1.

O primeiro ano é o momento de construir os alicerces e a base teórica, que correspondem a 80% do total. O 2° ano já é o momento de lapidar o que foi aprendido e focar nos estudos.

Extensivo Base

Já o Extensivo Base é uma base de estudos como o nome sugere. Esse curso é para quem está no 5º ano e vai começar agora a se preparar para os exames.

A vantagem de começar a sua preparação já no 5º ano é que você pode construir um conhecimento cumulativo e gradativo, com revisões constantes e eficazes para chegar nas provas com tudo.

Todos os extensivos mencionados contam com diversos benefícios que só a Medway pode te proporcionar, como videoaulas online, tanto ao vivo quanto gravadas. Nosso aplicativo contém mais de 17 mil questões comentadas, que são essenciais ao estudo, além de simulados originais desde o primeiro ano.

As nossas apostilas são digitais e atualizadas. Para que o aprendizado seja efetivo, nossos alunos também contam com revisões programadas. Por último, mas não menos importante, temos um suporte efetivo para que você tire todas as suas dúvidas acerca do conteúdo.

Com certeza, o consumo de drogas lícitas e ilícitas é um fator que influencia na vida de quem lida com a Medicina de Emergência. E, para fazer um bom trabalho, o melhor caminho é se preparar com quem entende do assunto. Você gostou do nosso texto? Ser um profissional preparado é essencial para ter sucesso na profissão. Se você deseja prestar residência médica, veja agora mesmo mais detalhes sobre os Extensivos 2022, que englobam diferentes possibilidades!

Receba conteúdos exclusivos!

Telegram

É médico e quer contribuir para o blog da Medway?

Cadastre-se
DanielHaber Feijo

Daniel Haber Feijo

Nascido em São Paulo, criado em Belém do Pará. Formado médico pela Universidade do Estado do Pará e Cirurgião Geral pela Escola Paulista de Medicina/Universidade Federal de São Paulo (EPM-UNIFESP). Atualmente, profissional da área médica na assistência e no ensino. Segue apaixonado por administração, economia e finanças. A gente só tem aquilo que a gente aceita ter!