Carregando

Sociedade Brasileira de Coloproctologia (SBCP): saiba mais

É mais do que normal ter dúvidas sobre qual carreira seguir dentro da medicina. Por isso, hoje vamos te ajudar apresentando a Sociedade Brasileira de Coloproctologia, também chamada de SBCP.

Essa é uma associação médica nacional sem fins lucrativos. O seu objetivo é unir os coloproctologistas brasileiros, assim como mostrar ao profissional uma série de condutas na hora de lidar com as doenças coloproctológicas.

A Sociedade Brasileira de Coloproctologia é credenciada pela Associação Médica Brasileira, formando médicos e os conferindo o título de especialistas em Coloproctologia. Prossiga com a leitura para saber ainda mais sobre a SBCP!

A Sociedade Brasileira de Coloproctologia

A Coloproctologia é a especialidade médica que vamos falar hoje. Como mencionamos, a associação médica responsável por essa especialidade é a Sociedade Brasileira de Coloproctologia, ou SBCP.

Essa associação junta os especialistas coloproctologistas do país, estabelecendo padrões e recomendando as melhores práticas para o atendimento.

Atualmente, há mais de 1600 membros associados na SCBP por todo o país e 8 conselhos regionais. A definição da Sociedade para a Coloproctologia é a especialidade que trata das doenças do cólon, do reto e do ânus, sejam clínicas ou cirúrgicas.

Essa especialidade também vai realizar diagnósticos por meio de exames como a colonoscopia, a ultrassonografia endorretal, a retossigmoidoscopia, entre outros.

Como se associar à SBCP

Como o médico pode virar associado da SCBP? A Sociedade Brasileira de Coloproctologia tem a associação de novos membros por meio de cadastro em seu site oficial. Você deve ir às abas ASSOCIADO – CADASTRO.

Primeiramente, você preenche o formulário contido no site oficial e solicita o seu login e senha para acesso à área restrita do site. Você deve colocar o seu nome, e-mail, documento de identificação, CRM, data de nascimento, e escolher o login e senha.

Também é necessário ler o termo de responsabilidade para ter acesso ao conteúdo restrito que apenas os associados da SCBP podem ver. É necessário concordar com o termo de responsabilidade.

O que faz a SBCP

A Sociedade Brasileira de Coloproctologia, como mencionamos, é uma associação que serve para guiar a atuação dos médicos coloproctologistas do Brasil, mostrando a eles o que há de mais moderno em termos de tratamento para as doenças do cólon no país.

A SBCP ajuda os especialistas a tomarem decisões relativas ao atendimento de patologias coloproctológicas, e o faz por meio de eventos, webinars e palestras nas quais fala sobre o tema e discute problemas atuais. Seu objetivo é elevar os padrões da prática no país.

Os serviços do conselho são sem fins lucrativos e a Sociedade Brasileira de Coloproctologia é credenciada pela Associação Médica Brasileira.

Eventos da Sociedade Brasileira de Coloproctologia

Na Sociedade Brasileira de Coloproctologia, existe a promoção de diversos eventos que visam a propagação de informações concernentes à especialidade. Existem alguns disponíveis online e outros que são previamente marcados.

Além disso, o site coloca à disposição uma aba chamada Hot Topics, que são palestras gravadas sobre os mais diversos assuntos. Por exemplo: doenças anorretais, doenças inflamatórias intestinais, entre outros.

Ademais, podemos citar diversos webinars que ficam expostos na página do site. Os temas são os mais variados possíveis, dentro da Coloproctologia. E o seu acesso é mediante login e senha, disponível para usuários cadastrados. Há, também, palestras e congressos anunciados pelo site aos associados.

Título de especialista na sociedade SBCP

Para o médico que vai tirar o título de especialista na Sociedade Brasileira de Coloproctologia, o processo é bem simples. Primeiro, é necessário que o médico especialista tenha uma residência médica na área de Cirurgia Geral.

Desse modo, o Cirurgião Geral trata diversas enfermidades que vão ajudá-lo a ter contato com a especialidade futura, como hemorroidas, entre outras. Esse pré-requisito para a Coloproctologia também serve para outras especialidades como a Urologia, Cirurgia Pediátrica, entre outras.

O próximo passo é, de fato, começar a residência em Coloproctologia. E sobre esse tema vamos tratar mais adiante. Inclusive sobre como estudar e se especializar para os exames.

A residência em Coloproctologia

Neste tópico, vamos falar sobre a residência na área, para você que se interessou em atuar na área de Coloproctologia. A residência da SBCP na especialidade abordada no texto teve seu último edital lançado em 2021.

Houve duas provas, a “Prova 1”, com 70 questões de múltipla escolha, no dia 30 de agosto de 2021. A “Prova 2”, com 30 questões de múltipla escolha, foi realizada no mesmo dia e teve cobranças de caráter distinto da primeira.

No entanto, já há um processo seletivo com vagas para residência médica em Coloproctologia em andamento para 2022. De acordo com o Censo Médico 2018, são oferecidas 187 vagas na residência médica em Coloproctologia todos os anos.

A residência na área dura dois anos. E, por conta de ser uma especialidade cirúrgica, é pré-requisito ter três anos de residência em Cirurgia Geral antes dessa. Em geral, o coloproctologista vai atender muito mais a casos ambulatoriais, como constipações e doenças orificiais. No entanto, essas condições podem se tornar, eventualmente, caso de cirurgia. E, para isso, o especialista deve estar preparado.

Gostou de saber mais sobre a Sociedade Brasileira de Coloproctologia?

Para finalizar, vamos falar sobre o Intensivo São Paulo. O aluno que deseja dar o próximo passo e se preparar para ser um médico especialista na Sociedade Brasileira de Coloproctologia, pode começar a se preparar para a residência a partir do nosso curso Intensivo.

O Intensivo São Paulo conta com aulas focadas para diferentes grandes instituições de São Paulo. O curso é dividido em pilares. O primeiro deles é composto de 17 guias estatísticos, que te ajudam a saber os temas que têm mais incidência em cada área. Além disso, temos 40 aulas divididas por instituição, contemplando 9 ao total.

Para complementar o estudo, temos o nosso app com mais de 11 mil questões com comentários, junto com as inéditas no padrão das bancas examinadoras. Simulados originais e específicos também estão inclusos no curso.

No curso, também está incluso o curso de Imagens Radiológicas visando a prova de residência, juntamente com o curso diferencial de Cirurgia. A Medway está com você até a aprovação, então invista no seu estudo e no Intensivo São Paulo!

Esperamos que você tenha aproveitado nosso conteúdo para conhecer mais sobre a Sociedade Brasileira de Coloproctologia. Para você que almeja a residência mencionada, vale a pena investir! Apesar de essa ser uma área em ascensão, ainda há poucos profissionais.

Você gostou do nosso texto? Quer ser um médico especialista na SBCP? Aproveite que já terminou a leitura do post e se inscreva já no Intensivo São Paulo. É o melhor caminho para se preparar para a residência desde já.

Receba conteúdos exclusivos!

Telegram
DjonMachado

Djon Machado

Catarinense e médico desde 2015, Djon é formado pela UFSC, fez residência em Clínica Médica na Unicamp e faz parte do time de Medicina Preventiva da Medway. É fissurado por didática e pela criação de novas formas de enxergar a medicina.