As instituições mais buscadas para fazer residência em Anestesiologia em SP

O campo de trabalho de quem faz residência em Anestesiologia não só é muito amplo, como é uma das áreas que apresenta maior crescimento no mercado – tanto pelo número de funções que um anestesiologista pode desempenhar quanto pelas novidades que a tecnologia traz a essa profissão.

Ou seja: você pensa em fazer a residência em Anestesiologia? Então pode ficar ciente de que é uma profissão repleta de escolhas. No entanto, antes de pensar nas escolhas que você vai ter de fazer dentro do trabalho, é preciso pensar em uma inicial que, provavelmente, é uma das mais importantes: a instituição em que você vai se especializar. E é pra isso que estamos aqui hoje! Vamos falar um pouco sobre cada uma das seis instituições mais buscadas quando o assunto é fazer residência em Anestesiologia em São Paulo! Quem sabe isso não te ajuda com essa decisão?

Bora!

Residência em Anestesiologia na USP

Uma das instituições mais renomadas do país, a residência em Anestesiologia da USP é de acesso direto e tem duração de três anos. 

As atividades da residência acontecem, principalmente, no Hospital das Clínicas (HC) da Faculdade de Medicina da USP – e, em termos de experiência, é uma especialização bem rica. A residência é dividida de tal forma que os residentes passam nos estágios por especialidade: Ortopedia, Vascular, Neurocirurgia, Geral, Otorrino, Cardíaca adulto e infantil, Tórax, Cabeça e Pescoço, Plástica, Obstetrícia, estágios em UTI – incluindo UTI de pós-operatório de cirurgia cardíaca –, estágio de Cirurgia de Urgências, exames (Endoscopias, Colono, CPRE), Imagem – Tomo, Ressonância, Rádio intervenção – hemodinâmica –, ablação de FA. 

Hospital das Clínicas da FMUSP, destino de quem faz a residência em Anestesiologia por lá
O Hospital das Clínicas da FMUSP, destino de quem faz a residência em Anestesiologia por lá

É uma residência muito completa, em que se atua em vários institutos – o que também não deixa de ser um reflexo de como a Anestesiologia é uma área com muito mais variedade do que se imagina.

A gente tentou resumir, mas se quiser conhecer mais a fundo o cotidiano da residência em Anestesiologia da USP, dá uma conferida na entrevista que a gente fez com o Gustavo e o João, que são residentes lá!

Mas precisamos falar sobre vagas. Como já comentamos, Anestesiologia é uma das especialidades de maior crescimento nos últimos anos, e a USP, em específico, uma das instituições mais procuradas. Para o processo seletivo com entrada em 2021, a instituição está oferecendo 34 vagas, além de mais uma reservada às Forças Armadas, segundo o edital – do qual a gente já até falou aqui no blog, aliás! Pra esse ano a USP já divulgou a relação candidato/vaga das especialidades de acesso e, para Anestesiologia, teremos nada menos que 17,29 candidatos disputando cada vaga!

Mas calma! Se você precisa de uma ajuda pra chegar na prova preparado, relaxa que a gente te dá uma mão! Caso queira uma visão completa de como é a prova, dá uma olhada no nosso post em que contamos tudo que você precisa saber sobre a prova da USP.

Unifesp

Outra instituição da capital, agora é a vez da Unifesp! Também com três anos de duração, a residência em Anestesiologia de lá tem uma rotina exigente, baseada em estudos e atividades exercidas no Hospital São Paulo, o maior hospital universitário do Brasil.

Essa rotina, assim como no caso da USP, também é muito diversificada: durante os 5 primeiros meses do R1, os residentes passam por estágios de Clínica Médica: Cardiologia, Nefrologia, Pneumologia, UTI-PS e Pronto-Socorro. Nesses meses, adquirem um conhecimento clínico que acaba sendo um diferencial durante a residência. Os estágios subsequentes, já na Anestesiologia propriamente dita, são: Cirurgia Plástica, Ortopedia, Otorrinolaringologia/Cirurgia de Cabeça e Pescoço, Ginecologia e Urologia.

No R2, passa-se 1 mês na UTI Geral do Hospital São Paulo e acontecem também estágios de Cirurgia Vascular, Cirurgia do Aparelho Digestivo, Grandes Cirurgias Urológicas, Pediatria, Centro Obstétrico, Bloqueios Regionais e Ambulatório de Avaliação Pré-Anestésica.

No R3 por fim, os residentes passam outro mês na UTI Geral e completam a residência rodando na Cirurgia Cardiovascular, Neurocirurgia, Cirurgia torácica, Pediatria/Oncologia Pediátrica, estágio de Transplantes e Ambulatório de Dor.

Fachada do Hospital São Paulo, onde é feita a residência em Anestesiologia da Unifesp
Fachada do Hospital São Paulo

É muita coisa, mas se quiser ver mais a fundo ainda, dá uma conferida na entrevista que a gente fez com o Guilherme e o Gabriel, que são R2 e R3 de Anestesiologia da Unifesp!

A Unifesp, diferentemente da USP, está oferecendo somente 5 vagas no processo seletivo com entrada para 2021. A concorrência, que no ano passado, foi de 19 candidatos para cada uma das 3 vagas, esse ano é de incríveis 31!

Já falamos aqui no blog tudo o que você precisa saber sobre a prova da Unifesp, caso você ainda esteja perdido! Considerando que, segundo o edital de 2021, não vai haver prova prática de habilidades, a prova multimídia adquiriu ainda mais importância! Mas calma, a gente já passou por isso e contamos todos os segredos desse tipo de exame no nosso Minicurso de Prova Multimídia – são 3 aulas 100% online e 100% gratuitas!

Residência em Anestesiologia na Unicamp

Pra quem deseja a residência em Anestesiologia, a Unicamp é outra instituição frequentemente cogitada. E não é por menos! Fazendo a especialização por lá, os residentes têm a oportunidade de receber um ensino de ótima qualidade e ainda vivenciar o cotidiano do Hospital de Clínicas da universidade, onde são realizadas mais de 32 mil consultas por mês.

No entanto, por conta da variedade de atividades que o anestesiologista pode exercer, a Unicamp acaba “ganhando” o diferencial de ter outras opções de onde adquirir experiência prática dentro da residência: além do Hospital de Clínicas, você tem a oportunidade de experimentar a vivência do Hospital Estadual Sumaré (HES) e do Centro de Atenção Integrada à Saúde da Mulher (Caism)!

Hospital Estadual Sumaré, outro local onde é possível adquirir experiência após passar na prova de residência em Anestesiologia da Unicamp
Fachada do Hospital Estadual Sumaré (HES)

Um ponto importante: a prova da Unicamp, assim como a da USP, sofreu uma grande mudança em 2020 e esse ano vai ser composta só de prova teórica e análise curricular. Sem prova prática e entrevista! Se quiser saber mais sobre todas as mudanças feitas na prova, dá uma olhada no nosso post sobre o edital de 2021!

Outra coisa que o edital revelou foi que, para 2021, vão ser 10 vagas na residência de Anestesiologia. Ano passado foram 15 candidatos disputando cada uma das 9 vagas – mas não deixa isso te desanimar! Caso não esteja se sentindo tão confiante, não esquece de dar uma olhada no nosso texto com tudo que você precisa saber sobre a prova da Unicamp!

SUS-SP

Maior processo seletivo de residência médica do Brasil, o SUS-SP ofereceu, no processo seletivo 2020, incríveis 50 vagas para a residência em Anestesiologia, com cerca de 23 candidatos concorrendo a cada uma delas.

Pra nós, isso não é surpresa. Um dos pontos de destaque da especialização no SUS-SP é que os aprovados no processo seletivo podem escolher o hospital em que vão realizar a residência. São cerca de 50 instituições, e algumas são bem concorridas, então é bom fazer a escolha com cuidado!

Em relação à prova, o SUS-SP é diferente da de outras instituições: conta com apenas uma fase, uma prova de múltipla escolha com 100 questões. Nós entramos a fundo nesse exame e nas suas particularidades em um outro post, em que falamos tudo que você precisa saber sobre a prova do SUS-SP. Dá uma conferida!

Unesp

Mais uma universidade pública da nossa lista, é hora de falar da residência em Anestesiologia da Unesp! Muita gente já sabe, mas não custa nada reforçar: a Unesp tem seu complexo hospitalar localizado na cidade de Botucatu, onde garante assistência a cerca de 2 milhões de pessoas!

O Hospital das Clínicas de Botucatu é o componente mais conhecido desse complexo, mas apenas uma parte dele. Além dele, há também o Hospital Estadual Botucatu (HEBo), além do Serviço de Atenção e Referência em Álcool e Drogas (SARAD) e de dois prontos-socorros, um adulto e um infantil.

Hospital Estadual Botucatu, um dos mais importantes componentes do complexo hospitalar da Unesp
O Hospital Estadual Botucatu (HEBo), importante componente do complexo hospitalar da Unesp (Créditos: Unesp/Reprodução)

Em termos de concorrência, a Unesp tem números um pouco menores, mas nem por isso deixam de ser pequenos! No processo seletivo com entrada para 2020, a universidade ofereceu 5 vagas, cada uma delas disputada por 10 pessoas. Ou seja: fica atento e não deixe de estudar!

A Unesp, assim como outras universidades que mencionamos, também não vai ter prova prática de habilidades e nem entrevista na edição deste ano. Segundo o edital de residência médica 2021 da instituição, o exame vai ser composto por somente uma prova teórica, que vale 100% da primeira fase, e uma análise de currículo, que vale 100% da segunda. 

IAMSPE

E pra fechar a roda das instituições mais buscadas: o maior quando o assunto é concorrência na residência em Anestesiologia em SP! No último processo seletivo do IAMSPE, com acesso em 2020, foram 10 vagas e uma admirável relação candidato/vaga de 32, a maior dessa lista. E, para esse ano, já pode se preparar, pois cada uma das 9 vagas vão ser disputadas por 42 candidatos!

Considerando a alta qualidade do treinamento em serviço da especialização no IAMSPE, isso não é surpresa. O setor de Anestesiologia, que se encontra no Hospital do Servidor Público Estadual (HSPE), é responsável pelos procedimentos anestésicos antes e durante as cirurgias realizadas tanto no centro cirúrgico, além da avaliação e liberação dos pacientes no ambulatório de pré-anestésico do HSPE.

Vista aérea do Hospital do Servidor Público Estadual (HSPE)
Vista aérea do IAMSPE

O processo seletivo do IAMSPE, tradicionalmente, é semelhante ao de outras instituições pra fazer residência médica em SP (prova teórica, prova prática e entrevista), e nós também já contamos tudo sobre essa prova. No entanto, o edital do IAMSPE 2021 já mostrou que não vai rolar entrevista esse ano, apenas a prova teórica e a tradicional prova prática multimídia! Mais um motivo pra você dar uma olhada no Minicurso de Prova Multimídia, hein?

Pronto, agora você já conhece as instituições mais buscadas para fazer residência em Anestesiologia em SP

A escolha de onde fazer sua residência em Anestesiologia realmente não é fácil, nós entendemos. São Paulo tem muitas instituições prestigiadas, e são muitas variáveis em jogo na hora de tomar essa decisão. Mas esperamos que, falando um pouco das mais buscadas, a gente tenha conseguido te ajudar com todo esse processo. Aproveita para conhecer as opções de cursos de anestesista pra quem quer se especializar mais!

Não deixa de acompanhar o nosso blog, pois já começamos a publicar vários artigos sobre os diferentes programas de residência médica e as provas de residência das principais instituições de São Paulo. E enquanto isso, vai dando uma olhada nos nossos materiais da Academia Medway, também! Com certeza tem algo lá que vai te ajudar com os estudos para a residência.

Ficou alguma dúvida? Fala pra gente! Deixe aqui nos comentários que a gente responde! 

Bons estudos!

Receba conteúdos exclusivos!

Telegram
JoãoVitor

João Vitor

Capixaba, nascido em 90. Graduado pela Universidade Federal do Espírito Santo (UFES) e com formação em Clínica Médica pelo Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP (HC-FMUSP) e Administração em Saúde pelo Hospital Israelita Albert Einstein (HIAE). Apaixonado por aprender e ensinar.